Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

Dúvidas frequentes de Ritidoplastia

Dúvidas frequentes de Ritidoplastia

Quantos anos irei rejuvenescer?

Não é possível, através da cirurgia, transformar uma face de 40 anos em outra de 20. Apesar de isso parecer óbvio, é importante ressaltar, já que informações errôneas são transmitidas por leigos desinformados ou pela mídia de forma distorcida. Alguns pacientes chegam a acreditar na possibilidade de se fazer “o relógio do tempo” ser retardado conforme sua vontade. Nenhum cirurgião plástico logrará esse intento. A cirurgia tem como objetivo principal devolver harmonia e suavizar os efeitos do tempo na face.10

Como ficarão as cicatrizes? Desaparecerão?

A cirurgia plástica visa melhorar o aspecto da flacidez, rugas, sulcos etc., dando assim um rejuvenescimento à face. As cicatrizes, entretanto, serão permanentes, apesar de irem se tornando cada vez menos visíveis com o decorrer do tempo. Recursos cosméticos, maquiagem e penteados adequados disfarçam perfeitamente o inconveniente criado pelas cicatrizes recentes. Além disso, cada paciente comporta-se diferentemente de outro em relação à evolução das cicatrizes. Em certos casos, ela torna-se praticamente invisível. Apesar dessa advertência prévia, muitos pacientes costumam não se ater aos detalhes que são transmitidos durante a consulta inicial e passam a preocupar-se especificamente com a presença das cicatrizes no período pós-operatório imediato e mediato. Seja paciente, aguarde a evolução cicatricial do seu organismo.

Por quanto tempo persiste o resultado?

A cirurgia da face, pescoço e pálpebras retarda visualmente o processo de envelhecimento desses territórios. Retarda, mas não interrompe o processo evolutivo do organismo. Em alguns casos, há necessidade de retoques após certo tempo.

Há risco nessa operação?

Raramente a cirurgia de rejuvenescimento facial determina sérias complicações. Entretanto, sendo um procedimento cirúrgico, ocasionalmente poderão ocorrer imprevistos na evolução. Felizmente, isso geralmente é passível de correções posteriores, mediante revisões cirúrgicas.

As fotografias pré e pós-operatórias são importantes?

Sim. A única maneira de se avaliar o resultado obtido é a comparação entre as fotografias pré e pós-operatórias, realizadas sob condições fotográficas idênticas nesses dois períodos. As fotografias dos pacientes fazem parte de seus prontuários médicos.

Que tipo de anestesia é utilizado para a operação?

Tanto a anestesia geCrisalix_banner_250x250ral quanto a local ou a associada são utilizadas, dependendo de cada caso. Seu cirurgião deverá sugerir-lhe a mais conveniente.

Quanto tempo demora o ato cirúrgico?

Em caso de cirurgia completa, envolvendo face, pálpebras e pescoço, o ato cirúrgico poderá se estender de 4 a 6 horas, dependendo do caso. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois essa permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. Seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

Qual o tempo de internação?

Meio período até 24 a 36 horas, de acordo com a necessidade de cada caso, sempre se levando em conta o conforto e segurança do paciente.

São utilizados curativos?

Sim. Geralmente são utilizados curativos secos. O grande curativo é retirado em torno das primeiras 24 horas, podendo ficar apenas um curativo leve sobre as cicatrizes residuais, após esse período.

Os olhos ficam ocluídos no pós-operatório?

Não obrigatoriamente. Poderá ser recomendada a aplicação de compressas de algodão embebido em água fria sobre os olhos, ou conduta similar, que podem ser trocadas conforme o paciente o deseje. Isto diminui a intensidade do edema pós-operatório sobre os olhos.

Há dor no pós-operatório?

O pós-operatório geralmente não apresenta problema de dores, desde que o paciente observe as recomendações do cirurgião. Ocasionalmente poderá ocorrer discreta dor, que poderá ser perfeitamente tratada com analgésico de linha comum.

Quando são retirados os pontos?

A maioria dos pontos das pálpebras é removida após 3 a 5 dias. Os remanescentes (face, pescoço, couro cabeludo), entre 8 e 12 dias.

O “corte de cabelo” preparatório para a cirurgia é muito extenso? Poderá ser disfarçado no pós-operatório?

Os cabelos são cortados somente naquelas áreas onde se planeja localizar as cicatrizes. No pós-operatório imediato, esse inconveniente poderá ser perfeitamente disfarçado.

Qual a evolução pós-operatória?

Não se esqueça de que, até que se complete o período de pós-operatório, diversas fases evolutivas são características desse tipo de cirurgia. Edemas (inchaço), “manchas” de infiltrado sanguíneo, hipersensibilidade de algumas áreas, insensibilidade de outras são comuns a todos os pacientes; evidentemente, alguns pacientes apresentarão esses fenômenos com menor intensidade que outros. Dê tempo ao tempo, que o seu organismo se encarregará de dissipar todos esses pequenos transtornos. É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida para o médico. Daremos esclarecimentos necessários para sua tranquilidade. Um curto período de “depressão emocional” poderá ocorrer nos primeiros dias, devido ao aspecto transitório. Isso é passageiro e geralmente advém da “ansiedade em ser atingir o resultado final o quanto antes”. Tenha paciência. Lembre-se de que nenhum resultado de cirurgia de rejuvenescimento facial deverá ser avaliado antes de 3 a 6 meses pós-operatórios.

É importante que tire todas as suas dúvidas diretamente com o cirurgião plástico e estético e que sinta um pouco de ansiedade, seja pela expectativa com o resultado ou pelo stress pré-operatório.

Não tenha vergonha de discutir estes sentimentos com seu cirurgião plástico.

O sucesso e a segurança do procedimento dependem muito de sua sinceridade durante a consulta.

A realização deste tipo de cirurgias estéticas deve ser efectuada por um especialista cirurgião plástico e estético reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do respectivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na actualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos “estéticos”, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas.

Não fique com dúvidas e antes de se decidir em fazer qualquer cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Mas onde posso fazer uma ritidoplastia? Basta deslocar-se à Clínica Faccia em Lisboa, ou ligar para o número de telefone 213 714 116/7. Para mais informações sobre ritidoplastia visite o nosso site em www.faccia.pt.


Formulário de Contacto


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

be a pal and share this would ya?
Dúvidas frequentes de Ritidoplastia