Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

Perguntas Frequentes sobre a Abdominoplastia

Perguntas Frequentes sobre a Abdominoplastia

A busca por um melhor contorno da região abdominal é um grande motivo de procura por um cirurgião plástico e estético.

rias técnicas foram desenvolvidas, cada qual com uma indicação específica, para melhorar o aspecto do seu abdómen (lipoaspiração, mini-abdominoplastia, abdominoplastia clássica, abdominoplastia com lipoaspiração, etc).03

Quando avaliamos esta região corporal é necessário avaliar a qualidade da pele (flacidez, estrias, celulite, presença de cicatrizes prévias, etc.), a acumulação de gordura na parede abdominal, o estado dos músculos (hérnias, diástase, tónus, etc.) e o acumulação de gordura visceral.

Estes factores determinarão a técnica a ser escolhida e, consequentemente, o tipo e tamanho da cicatriz.

Há situações que apenas se consegue tratar com a realização de uma abdominoplastia ou de uma abdominoplastia associada a uma lipoaspiração.

As situações que mais frequentemente são resolvidas com estas cirurgias são grandes acumulações de gordura com flacidez e estrias na pele, gravidezes prévias, falta de actividade física e emagrecimentos rápidos que normalmente levam a formação de um “abdómen em avental.

Com estas cirurgias retiramos o excesso de pele e gordura, refazemos a forma da cicatriz umbilical, realizamos o reposicionamento da musculatura abdominal e deixamos a pele com mais tónus.

Posteriormente com as esperadas mudanças de hábito da paciente no que respeita à alimentação, à actividade física, controle de peso, entre outros consegue-se obter um abdómen bem mais definido.

As questões que mais frequentemente são colocadas são:

1) Quantos quilos vou emagrecer com a abdominoplastia?

Sendo uma cirurgia que retira uma determinada quantidade de pele e gordura, evidentemente que haverá uma redução no peso corporal, que varia de acordo com o volume do abdómen de cada paciente.

Não são, entretanto, os quilosretirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que o abdómen manterá com o restante do corpo.

Vale a pena lembrar que se existir um excesso de gorduranoutras regiões vizinhas do abdómen recomendamos a realização de outro tipo de cirurgias de forma a se obter um resultado mais compensador.

2) A cirurgia de abdómen deixa cicatrizes?

Toda a incisão cirúrgica deixa uma cicatriz.

Temos sempre o cuidado de usarcnicas de sutura e material cirúrgico de qualidade de forma a proporcionar ao paciente a realização de uma cicatriz o mais discreta possível. Infelizmente a qualidade cicatricial não depende sómente desses factores. As características genéticas e o tipo de pele de cada pessoa têm um papel fundamental neste resultado.

3) Onde se localizam as cicatrizes?

As cicatrizes resultantes de uma abdominoplastia localizam-se horizontalmente, acima da implantação dos pelos púbicos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdómen a ser corrigido. É necessário também a realização de uma cicatriz ao redor do umbigo. Em casos especiais, podem ser propostas cicatrizes noutras localizações.

4) Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo?

Nos primeiros meses, o abdómen apresenta uma insensibilidade relativa, além de estar sujeito a períodos de “inchaço”, que regridem espontaneamente ou mais rapidamente se efectuar massagens de drenagem linfática.

Nesta fase inicial, poderá ficar com aspecto de esticado” ou “plano”. Com o decorrer dos meses, a após ter iniciado as massagens, vai gradualmente atingir o resultado definitivo. Nunca se deve considerar como definitivo qualquer resultado antes de 12 a 18 meses de pós-operatório.

5) É verdade que será feito um novo umbigo?

Não.

O seu próprio umbigo será reposicionado e, se necessário, remodelado.

Deve ter em conta que, circundando o umbigo existirá uma cicatriz que sofrerá a mesma evolução da cicatriz inferior.

6) A dermolipectomia abdominal corrige aquele excesso de gordura sobre a região do estômago?

Nem sempre. Isto depende do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdómen).

Se for do tipo curto, dificilmente será corrigido. Sendo do tipo longo, o resultado será mais favorável.

Também tem grande importância, sob este aspecto, a espessura do panículo adiposo (espessura da gordura) que reveste esta área do corpo. A lipoaspiração associada pode ser utilizada em alguns casos.

7) Qual o tipo de biquíni que poderei usar após a cirurgia?

Nos primeiros 90 dias a exposição ao sol está proibida. Depois o biquíni escolhido deve ser aquele que melhor lhe convier.

Nas grandes reduções abdominais a cicatriz horizontal é mais extensa o que deverá ter em consideração na escolha do biquini.

8) Poderei ter filhos futuramente? O resultado da abdominoplastia não ficará prejudicado?

A abdominoplastia não impede que fique gravida. Quanto ao resultado da cirurgia plástica, poderá ser preservado, desde que na nova gestação o seu peso seja controlado. Aconselhamos, contudo, que tenha todos os filhos programados antes de se submeter a uma dermolipectomia abdominal.

9) Ouvi dizer que o pós-operatório da dermolipectomia abdominal é muito doloroso. É verdade?

Não. Uma dermolipectomia de evolução normal não deve originar dores intensas.

O que existe é um grande equívoco por parte de certas pacientes, que são operadas simultaneamente a outras cirurgias, como as ginecológicas, e por isso, referem dores pós-operatórias intensas.

10) Há perigo nesta operação?

Raramente a cirurgia de dermolipectomia traz sérias complicações, desde que realizada dentro de certos critérios clinicos.

Isto deve-se ao facto de se preparar convenientemente cada paciente para a cirurgia. Mesmo assim todo procedimento, por menor que seja, apresenta algum risco.

11) Que tipo de anestesia é utilizado para esta operação?

Anestesia geral ou eperidural com sedação, conforme a indicação do anestesista responsável.

12) Quanto tempo dura o acto cirúrgico?

Em média 2 a 3 horas. Este período poderá ser prolongado, se o caso justificar Contudo, o tempo de cirurgia não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória.

13) Qual o período de internamento?

Normalmente 24 horas.

14) São utilizados pensos?

Sim. Sá usados pensos especiais.

15) Quando são retirados os pontos?

Actualmente usam-se pontos que são absorvidos pelo organismo, não sendo necessário a sua remoção.

Quando são necessários pontos externos a sua remoção faz-se ao 12.º dia.

16) Quando poderei tomar banho completo?

Geralmente após a dos drenos, pelo segundo dia.

Nunca é demais salientar que a realização deste tipo de cirurgias estéticas devem ser efectuadas por um especialista, cirurgião plástico e estético, reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do respectivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na actualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos “estéticos”, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas.

Não fique com dúvidas e antes de se decidir em fazer qualquer tratamento/cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Mas onde posso fazer abdominoplastia? Basta deslocar-se à Clínica Faccia em Lisboa, ou ligar para o número de telefone 213 714 116. Para mais informações sobre abdominoplastia visite o nosso site em www.faccia.pt.

be a pal and share this would ya?
Perguntas Frequentes sobre a Abdominoplastia