Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

Dermolipectomia Abdominal – a cirurgia ideal para o seu abdómen

Dermolipectomia Abdominal – a cirurgia ideal para o seu abdómen

Dermolipectomia Abdominal – a cirurgia ideal para o seu abdómen

A dermolipectomia abdominal ou abdominoplastia remove uma determinada quantidade de pele e de gordura da região abdominal do paciente. Em consequência, há redução de peso, que varia de acordo com o volume do abdómen retirado de cada pessoa.

Não são, entretanto, os quilos retirados que definirão o resultado estético, mas sim a proporção do abdómen de acordo com o restante do tronco.

Paradoxalmente, os abdomens que apresentam melhores resultados estéticos são justamente aqueles em que se fazem as menores remoções de gordura e de pele. Boa parte das mulheres, que apresentam uma certa flacidez do abdómen após um ou mais partos, apresentam resultados excelentes.

Noutros casos, em que o paciente está com o peso acima do normal, o resultado também é compensatório e proporcional ao restante corpo. Entretanto, vale a pena lembrar que o excesso de gordura noutras regiões vizinhas ao abdómen ainda existirão caso não se faça nenhum procedimento nessas zonas. Geralmente é aconselhado ao paciente prosseguir com um tratamento clínico ou programar-se para uma lipoaspiração complementar para melhor definição do contorno corporal.

As principais consequências da realização da Dermolipectomia Abdominal

Raramente a cirurgia de dermolipectomia leva a complicações graves, desde que realizada dentro de critérios técnicos. Isso se deve ao fato de prepararmos convenientemente cada paciente para o acto cirúrgico, além de ponderarmos sobre a conveniência de associação dessa cirurgia simultaneamente a outras.

Dermolipectomia abdominal

A cicatriz resultante localiza-se horizontalmente logo acima da implantação dos pelos púbicos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, dependendo do volume do abdómen a ser corrigido. Ela é planeada para ficar escondida sob as roupas de banho e roupa interior. O seu próprio umbigo será transplantado e, se necessário, remodelado.

Nos primeiros meses, o abdómen apresenta uma insensibilidade relativa, além de estar sujeito a períodos de inchaço, que regridem espontaneamente. Nesta fase, poderá ficar com um aspecto de “esticado” ou “plano”. Com o decorrer dos meses, tendo-se iniciado as massagens, é atingido o resultado definitivo, gradualmente. Não se pode considerar como definitivo qualquer resultado antes de 12 a 18 meses de pós-operatórios.

Até que se consiga atingir o resultado final, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. É preciso ter paciência e não se antecipar em relação ao resultado final antes do tempo previsto.

A realização deste tipo de cirurgias estéticas deve ser efectuada por um especialista cirurgião plástico e estético reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do  respectivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na actualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos “estéticos”, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas.

Não fique com dúvidas e antes de se decidir em fazer qualquer cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Mas onde posso fazer uma dermolipectomia abdominal? Basta deslocar-se à Clínica Faccia em Lisboa, ou ligar para o número de telefone 213 714 116. Para mais informações sobre dermolipectomia abdominal visite o nosso site em www.faccia.pt.


Formulário de Contacto


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

be a pal and share this would ya?
Dermolipectomia Abdominal – a cirurgia ideal para o seu abdómen