Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

O impacto da cirurgia estética na autoestima

O impacto da cirurgia estética na autoestima

O impacto da cirurgia estética na autoestima

A autoestima é uma das chaves para o sucesso e admiração. Quando estamos satisfeitos connosco, a nossa força transborda. E isso também se reflete em quem que nos rodeia, que nos toma como fonte de inspiração.  No entanto, essa autoestima fica por vezes diminuída quando estamos insatisfeitos com algum aspeto da nossa aparência.

Felizmente, há um campo da Medicina que trouxe respostas a muitos destes conflitos, podendo transformar a vida de quem a procura: a cirurgia estética e reconstrutiva.

Impacto na vida pessoal, social e profissional

Não é apenas a nossa (boa) imagem que é cobrada socialmente, mas também os vários papéis que nos são atribuídos: profissional, familiar e pessoal. E sobretudo às mulheres, que continuam a sofrer maior pressão a todos os níveis.

Quantas mulheres se sentem inibidas na praia por terem o peito demasiado pequeno ou demasiado grande, ou por terem gorduras localizadas? Quantas vezes deixou de usar um vestido que adora por ter glúteos flácidos ou ancas pouco harmoniosas?

Naturalmente, existem fatores que podemos alterar para melhorar estes aspetos, tais como a alimentação ou o exercício físico. Mas há também outras técnicas, como a mamoplastia, a lipomodelação ou a colocação de implantes de silicone, que podem aumentar a sua autoestima.

A nível profissional

Um(a) bom profissional pode ter dificuldade em manter a confiança se sente que, na reunião, é alvo de olhares devido ao seu nariz um tanto desproporcional ao rosto, ou por ter umas orelhas muito salientes, por exemplo. A rinoplastia ou a otoplastia, nestes casos, podem dar resposta a estes problemas.

A nível pessoal e social

A passagem do tempo vai ficando marcada no nosso rosto. Consequentemente, pode começar a condicionar a nossa postura quando estamos num determinado ambiente ou na hora de tirar uma fotografia com os amigos.

Por exemplo, as  rugas, as manchas e a flacidez dão-nos um ar fatigado, mesmo quando não nos sentimos cansados. No entanto, podem ser corrigidas com técnicas pouco invasivas, como a bioplastia.

Por outro lado, para realçar algum traço anatómico facial ou corrigir certas imperfeições, veja aqui mais opções de tratamento.

A nível mais íntimo

Finalmente, neste campo pode haver (ou surgir) alguma imperfeição ao nível dos órgãos genitais que gera algum constrangimento e, inclusivamente, limita a vida sexual de muitas mulheres.

Seja por consequência de um parto natural ou por uma característica congénita, há mulheres que apresentam uma desproporção dos pequenos lábios e sentem um grande desconforto por isso. Neste caso podem recorrer a uma ninfoplastia. Ou, eventualmente, para alguém que tenha excesso de gordura no monte de Vénus, existe a possibilidade de lipoaspiração.

Mais do que uma questão estética, há intervenções que melhoram certas funcionalidades do nosso corpo e podem transformar a vida de quem as realiza!

Compreender  melhor quem somos é fundamental para potenciar a nossa qualidade de vida e ter mais autoestima, tanto através do nosso aspeto físico como intelectual, pela nossa postura perante a vida. Mais do que nos acharmos perfeitos, importa aceitarmo-nos como somos. Esta é a postura ideal se pondera concretizar uma cirurgia para corrigir alguma característica corporal indesejada.

Nota

A realização de qualquer tipo de cirurgia estética deve ser efetuada por um especialista cirurgião plástico e estético reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do respetivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na atualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos “estéticos”, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas.

Não fique com dúvidas. Antes de se decidir em fazer qualquer tratamento/cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Mas onde posso fazer um tratamento estético? Basta deslocar-se à Clínica Faccia em Lisboa, ou ligar para o número de telefone 213 714 116. Para mais informações sobre todos os tratamentos visite o nosso site https://www.faccia.pt


Formulário de Contacto


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

be a pal and share this would ya?
O impacto da cirurgia estética na autoestima