Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

Que resultados esperar após cirurgia a ginecomastia?

Que resultados esperar após cirurgia a ginecomastia?

Que resultados esperar após cirurgia a ginecomastia?

A Ginecomastia é a designação que se dá à situação clínica em que as mamas masculinas estão maiores que o normal para um corpo de homem. Quando persistente, pode ser tratada com recurso a lipoaspiração e, eventualmente, excisão da pele em excesso.

Quando é que os resultados da cirurgia à ginecomastia são visíveis?

Os resultados após uma cirurgia à ginecomastia são imediatamente visíveis. Com o passar do tempo, o inchaço pós-operatório vai desaparecendo e as cicatrizes das incisões vão ficando menos percetíveis.

O resultado final do tratamento da ginecomastia será visível após alguns meses. As incisões são permanentes, contudo tornam-se menos evidentes com o passar do tempo. Todos os tratamentos cirúrgicos à ginecomastia requerem incisões.

Que cicatrizes serão visíveis após a cirurgia?

Enquanto algumas incisões são feitas ao longo de contornos naturais do corpo, algumas são visíveis e são inevitáveis na mamoplastia de redução masculina. Todas as cicatrizes são permanentes, embora algumas fiquem menos visíveis devido ao seu posicionamento.

A melhoria na porção superior do seu corpo irá certamente aumentar a sua autoestima e confiança, quer vista uma camisa e gravata, uma t-shirt, ou ao mostrar o tronco na praia.

Terei bons resultados com um só procedimento?

A prática de medicina ou cirurgia não é uma ciência exata. Embora sejam esperados bons resultados após a cirurgia, não existe garantia absoluta. Nalguns casos não é possível atingir resultados ótimos com apenas uma intervenção cirúrgica para o tratamento da ginecomastia. Poderá ser necessário uma cirurgia adicional para reposicionar as mamas ou tratar complicações que possam eventualmente surgir.

Que tipo de anestesia é utilizada para operar a ginecomastia?

Para tratar a ginecomastia são administrados medicamentos durante a intervenção. As opções em termos de anestesia são a anestesia local com sedação ou a anestesia geral. O seu médico aconselhará a melhor opção para si.

Que tipo de cirurgia é feita para tratar a ginecomastia?

Nos casos em que a ginecomastia é primariamente causada pelo excesso de tecido gordo, são utilizadas apenas técnicas de lipoaspiração. Isto requer a inserção de uma cânula, que é um tubo estreito e oco, em diversas pequenas incisões. A cânula é movida para a frente e para trás de forma controlada, para soltar o excesso de gordura que será posteriormente removida através de sucção por vácuo. Existem várias técnicas de lipoaspiração. A técnica mais apropriada para o seu caso específico será definida antes da realização do procedimento.

Por outro lado podem estar indicadas técnicas de excisões são recomendadas quando existe a necessidade de remover excesso de tecido glandular ou pele para tratar a ginecomastia. A excisão também é imprescindível quando existe a necessidade de reduzir a aréola ou reposicionar o mamilo. Por vezes a ginecomastia é tratada com ambas as técnicas: lipoaspiração e excisão.

A cirurgia tem riscos?

Qualquer cirurgia, plástica ou não, tem riscos associados. A decisão de se submeter a uma cirurgia plástica é extremamente pessoal deverá decidir se os benefícios compensam os riscos e se o resultado final atingirá o seu objetivo.

Os possíveis riscos da cirurgia de ginecomastia são:

  • Reações adversas aos adesivos, materiais de sutura, colas, preparações tópicas ou injetáveis
  • Riscos associados à anestesia
  • Hemorragia (hematoma)
  • Coágulos sanguíneos
  • Assimetria das mamas
  • Irregularidades no contorno e forma das mamas
  • Alterações na sensibilidade dos mamilos ou mamas, que poderá ser temporária ou permanente
  • Lesões em estruturas profundas como nervos, vasos sanguíneos, músculos e pulmões, que poderão ser temporárias ou permanentes
  • Trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares
  • Morte do tecido gorduroso (esteatonecrose)
  • Acumulação de fluidos (seroma)
  • Infeção
  • Dores persistentes
  • Má cicatrização
  • Possibilidade de cirurgia de revisão
  • Cicatrizes desfavoráveis

Estes riscos e outros deverão ser amplamente discutidos com o seu cirurgião plástico e estético antes de assinar o consentimento.

Para mais informações sobre ginecomastia visite o nosso site em www.faccia.pt


Formulário de Contacto


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

be a pal and share this would ya?
Que resultados esperar após cirurgia a ginecomastia?