Em que é que consiste uma Lipomodelação?

A Lipomodelação é um procedimento cirúrgico, de natureza estética, utilizado para modelar o contorno corporal; inclui a remoção de acumulações  localizadas de gordura (por exemplo no abdómen, costas, braços….), assim como, nas situações que se justifique, a sua aplicação noutros locais do corpo. 

Quando está aconselhado a realização de uma Lipomodelação?

A Lipomodelação está indicada quando se pretende melhorar a aparência/contorno em geral do nosso corpo, dado que permite remodelar e reduzir  acumulações localizadas de gordura. Não é um substituto  para a redução de peso  nem a cura para a obesidade. 

Como é que uma Lipomodelação me pode ajudar?

Caso deseje fazer  uma Lipomodelação deve começar por consultar um Cirurgião Plástico. Deve expor abertamente os seus objectivos e expectativas sobre a cirurgia  que pretende e o seu Cirurgião dir-lhe-á se será esta a intervenção mais indicada para o seu caso. Pode estar indicada, também a realização de uma intervenção para remover o excesso cutâneo além do excesso de gordura, como uma abdominoplastia (se for no abdómen) ou uma cruroplastia (se for nas coxas), ou então estar indicado apenas uma abdominoplastia ou cruroplastia. Deve, contudo, ficar com a ideia que o resultado que se pretende é melhorar e não atingir a perfeição. 

Qual a importância dos factores psicológicos para a realização de uma Lipomodelação?

A estabilidade emocional é o factor primordial na realização de uma intervenção cirúrgica de natureza estética. Um "corpo novo" não é por si só uma garantia para uma melhoria de vida ou um meio para resolução de todos os problemas pessoais; uma Lipomodelação melhora a sua aparência e renova a sua autoconfiança; tudo o resto fica por sua conta. 

Como é realizada uma Lipomodelação?

Esta intervenção é realizada sob anestesia local ou local com sedação; em casos raros pode ser realizada sob anestesia geral, dependendo do volume de gordura retirado ou da situação clínica geral do individuo. A intervenção é realizada através da introdução de cânulas de pequena espessura, que estão ligadas a aparelhos que permitem efectuar uma pressão muito alta, através de pequenas incisões (0,5 cm a 1,0 cm) localizadas em zonas escondidas ou não perceptíveis e deste modo permitir a remoção do excesso de gordura. Em geral está aconselhado a utilização de uma compressão cerca de 4 semanas após a intervenção para evitar o inchaço e as equimoses (nódoas negras) e ajudar a readaptação da pele. É aconselhável também efectuar massagens de drenagem linfática. Recentemente surgiu no mercado uma técnica revolucionária que permite a remoção de gorduras localizadas com recurso ao laser. Este sistema de lipoescultura basea-se na Laserlipólise® e é efectuado com o SmarLipo.

Fico com alguma cicatriz?

Embora as cicatrizes sejam o resultado inevitável de qualquer cirurgia, o seu Cirurgião fará todos os esforços para que a cicatriz seja o menos perceptível. As cicatrizes são de pequenas dimensões (0,5cm a 1,0cm) e ficam localizadas em zonas escondidas e não perceptíveis. 

Quais os resultados que devo ficar à espera?

A lipomodelação está indicada para os indivíduos que ficam com excesso de gordura após dieta e exercício físico. Não é um substituto de tratamentos de obesidade. Em geral a pele contrai após a lipoaspiração. Contudo, em alguns casos, é necessário remover o excesso cutâneo para se obter um melhor resultado estético.  

Devo ficar internada(o)?

Na maioria dos casos não necessita de internamento. Este procedimento pode ser realizado em regime ambulatório. Em alguns casos são necessários alguns dias (poucos) de internamento, dependendo da sua situação clínica geral e da extensão do procedimento. 

Quando é que posso retomar a actividade normal?

O retomar das actividades normais é uma questão pessoal, mas a maioria das pessoas retoma o trabalho ao fim de 5 a 8 dias e a realização de exercícios mais vigorosos ao fim de  quatro semanas. O retomar da actividade diária é claro que depende também do volume de gordura retirado.

Existem alguns efeitos secundários de uma Lipomodelação?

São frequentes as equimoses (nódoas negras) e o inchaço (edema); as equimoses em geral desaparecem completamente nas três primeiras semanas e o inchaço nas oito primeiras. 
Outras complicações, como a infecção e cicatrizes alargadas e visíveis são raras. 
Por vezes ocorrem pequenas irregularidades que em geral estão acompanhadas de má adaptação da pele.

INFORMAÇÃO COMPLEMENTAR

Introdução

Certas zonas do nosso do corpo, como o abdómen, podem acumular gordura que é difícil de perder, apesar de uma dieta saudável e exercício físico. 

Com a lipomodelação corporal, que pode recorrer a várias técnicas, pode-se conseguir obter um novo contorno removendo a gordura numas partes do corpo que pode ser utilizada / colocada noutras e desta forma atingir de forma fiável bons resultados, com uma elevada taxa de satisfação.

A lipomodelação é uma técnica cirúrgica, usada para melhorar o contorno corporal, através da remoção da gordura não desejada e resistente ao exercício físico, dieta e massagens. 

Todas as zonas do corpo, incluindo o pescoço e face; braços, mamas, dorso, flancos, abdómen, cintura, nádegas, anca e coxas, joelhos, barriga das pernas e tornozelos podem ser tratadas. 

Na maioria dos casos esta técnica é realizada em ambulatório e pode ser efectuada sob anestesia local ou anestesia local com sedação, permitindo que a pessoa volte para casa no próprio dia.

Avaliação

A lipomodelação não é considerada um tratamento primário para a obesidade. 
Se um doente com excesso de peso se apresenta na consulta de Cirurgia Plástica deverá ser referenciado a um nutricionista ou eventualmente a um cirurgião bariátrico. 

No entanto, pode beneficiar de lipoaspiração, antes ou durante o tratamento dietético, cujo resultado pode servir para motivar o início ou a manutenção desse tratamento. 

Na consulta deve tentar expor exactamente o que o(a) preocupa  e o que pretende modificar de forma que o resultado final seja o mais possível próximo da expectativa. Será observado (a) e avaliada a tonicidade cutânea e muscular, as zonas de acumulação de gordura e pesado (a), tendo sempre em atenção o corpo na sua globalidade e não partes do corpo como partes isoladas.

Nessa mesma consulta é –lhe proposta qual a técnica mais adequada para o seu caso e avaliado se as suas expectativas que tem são realísticas ou não, sendo-lhe explicado pormenorizadamente toda a técnica cirúrgica, assim como o pós-operatório, limitações, possíveis complicações e riscos envolvidos.

Técnica

Sendo um procedimento frequente e banal esta técnica necessita, da mesma forma que outra intervenção cirúrgica,  de uma cuidadosa avaliação do paciente assim como um cuidado adequado durante a sua realização, nunca esquecendo que também está associada a alguns riscos e complicações. 

Os candidatos ideais para este tipo de procedimentos são pessoas com acumulações localizadas de gordura, com um peso próximo do ideal para a altura, saudáveis, com pele com boa elasticidade e uma boa tonicidade muscular.

Pode ser associada a outras técnicas nos casos de existência simultânea de flacidez e excesso de pele (e  eventual estrias), como por exemplo a dermolipectomia facial e corporal (“face-lift”, braquiplastia, cruroplastia, abdominoplastia).

Se for jovem, saudável, sem problemas médicos, a lipomodelação pode ser realizada na Faccia. Em geral, o procedimento é realizado sob anestesia local com sedação e não necessita de permanecer internado (a). 

No dia da lipomodelação deverá assinará o Consentimento Informado para a técnica em causa, são tiradas fotografias pré-operatórias e é assinalado com um marcador quais as zonas do corpo a tratar.

Depois entrará para o bloco operatório e é monitorizado (a): monitor cardíaco, pressão arterial e oxigénio no sangue, assim como é canalizada uma veia. A seguir o médico anestesia a pele e a gordura e depois com uma cânula fina, que é introduzida por pequenas incisões, é removida a gordura que se pretende, com o auxilio de aparelhos de vácuo, laser ou vibração. No fim é vestida uma cinta de compressão que deverá manter cerca de quatro semanas.

Após o procedimento

Poderá ir para casa no próprio dia da intervenção, mas não está em condições de guiar, pelo que deve providenciar que um adulto responsável o faça e esteja consigo nas primeiras vinte e quatro horas.

Em geral a maioria das pessoas sentem algumas tonturas quando se levanta nas primeiras vezes, pelo que o mesmo deve ser feito gradualmente e de forma suave.

Também, em geral, sai alguma quantidade de liquido cor de sangue pelas pequenas incisões. Isto é devido á saída do líquido que foi introduzido para se fazer a anestesia. Quanto maior quantidade deste liquido sair menos nódoas  negras e inchaço se irá verificar.

É aconselhado que se movimente e não esteja acamado (a) pelo que deve retomar, gradualmente, a sua actividade e iniciar o exercício físico entre a segunda e a quarta semana após a intervenção.

Nos primeiros dias após a cirurgia sente-se mais pesado(a) e volumoso(a) que antes do tratamento, mas é mesmo assim.

Pode ocorrer temperatura ligeiramente elevada durante as primeiras 48 horas, mas é  uma reacção natural ao traumatismo cirúrgico.

Surgem frequentemente nódoas negras que se tendem a localizar nas zonas tratadas e por acção da gravidade em áreas inferiores do corpo, como sejam as coxas nas situações em que é tratado o abdmen. Quanto mais extensa a lipoaspiração, mais nódoas negras se devem esperar.

Também ocorre desconforto e inchaço, devido a reacção inflamatória ao traumatismo cirúrgico , durante os primeiros 5 a 10 dias após a cirurgia, e depois melhora diariamente, assim  como o aparecimento de comichão nas áreas tratadas. Por vezes também há uma perda temporária de sensibilidade na zona aspirada. 

No plano de recuperação sugere-se a realização de massagens de drenagem linfática que poderão se iniciar cerca de 8 a 10 dias após a intervenção: na primeira semana poderá fazer três sessões e nas seguintes duas sessões por semana, sendo em média recomendado fazer quinze tratamentos.

Durante estes tratamentos será observada pelo seu médico que avaliará a evolução e verificará se serão necessários procedimentos adicionais.

Complicações

A lipoaspiração é a cirurgia estética mais realizada em todo o mundo e em geral não há quaisquer tipo de complicações, sendo na maioria dos casos bem sucedida, contudo existem riscos e limitações com qualquer outra técnica.

Podemos dizer que é uma técnica segura desde que os doentes sejam  cuidadosamente seleccionados, o local onde seja efectuada esteja devidamente equipado e o profissional que a execute tenha treino e experiência suficiente na realização deste procedimento. 

Mesmo nestas situações podem ocorrer algumas intercorrências como sejam pequenas assimetrias, que podem requerer um segundo procedimento ou o dito “retoque”, para já não falar das nódoas negras, dos “inchaços”  e mesmo da cicatriz (pequena e imperceptível).

Em situações mais raras e sobretudo quando são tratadas áreas múltiplas ou muito extensas ao mesmo tempo ou se associa outros procedimentos, como a abdominoplastia ou mamoplastia, podem ocorrer complicações mais graves. Embora não seja frequentes pode ocorrer infecção, hemorragia, perda excessiva de líquidos ou mesmo uma embolia pulmonar. O que é uma facto assente é que a combinação das seguintes condições está associada a um risco acrescido de complicações graves: aspiração de grandes volumes, concomitância de procedimentos realizados e a anestesia geral. Para minimizar os riscos deve escolher um Cirurgião Plástico qualificado, devidamente credenciado e cumprir á risca todas as indicações que lhe forem dadas.

Resultados finais

O aspecto com que irá ficar começa a ser visível ao fim de uma semana e gradualmente vai-se verificando progressiva. Quando mais quantidade de gordura for removida mais demora a obter os resultados óptimos, porque a pele tem que se adaptar a uma alteração mais radical na forma. 

A maioria das pessoas ficam satisfeitas com o novo contorno corporal e em geral sentem um aumento de energia e auto-confiança e têm mais prazer no seu corpo.

A lipomodelação é uma técnica altamente eficaz para lhe dar um novo contorno corporal, praticamente sem cicatrizes. 

Os resultados podem ser permanentes, desde que se alimente com moderação e faça exercício regularmente. 

Não é aconselhável aumentar de peso após a lipoaspiração, mas se ganhar peso, ele distribuir-se-á mais uniformemente no seu corpo.

Novas técnicas

A fazer muito sucesso nos EUA existe uma técnica recentemente  introduzida em Portugal, e que somos um dos poucos centros a dispôr. Estamos a falar da SmarLipo®.

Consiste na destruição de gordura por laser, através cuja fibra é introduzida através de um orifício do tamanho de uma picada de agulha, e depois o produto  que resulta da acção do laser (o lisado) é absorvido pelo organismo.

Está particularmente indicado para tratamento de pequenas áreas ou de zonas particulares que necessitem de tirar partido da retração cutânea, como sejam a “papada”, e as faces internas da coxa e braço.

Lipomodelação Preços

Todos os casos de Lipomodelação são diferentes, explique-nos o seu através do Formulário de Contacto e ser-lhe-á indicado um intervalo de valores em que poderá ficar a resolução do seu problema.

Ao usar este website, está a aceitar a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e apresentação de anúncios.