Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

Toxina botulínica e os mitos por trás da mesma

Toxina botulínica e os mitos por trás da mesma

Toxina botulínica e os mitos por trás da mesma

A toxina botulínica, o famoso “botox” actua através do enfraquecimento da musculatura o que se traduz na redução e desaparecimento das rugas de expressão.

Quanto mais forte for a musculatura, mais unidades de toxina precisamos para termos o efeito que desejamos e isto significa que no caso dos homens o número de unidades necessárias em cada zona é sempre maior, na maioria dos casos. Isto porque, teoricamente os homens têm músculos mais fortes que as mulheres.

Caso a sua preocupação sejam aquelas reguingas irritantes que teimam em desaparecer, não hesite e efectue o tratamento mais efectuado a nível mundial para tratar essa situação.

A realização deste tipo de procedimentos de medicina estética deve ser efectuada por um especialista cirurgião plástico e estético reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do  respectivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na actualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos “estéticos”, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas e medicina estética em geral.

Não fique com dúvidas e antes de se decidir em fazer qualquer tratamento/cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Mas onde posso fazer um botox? Basta deslocar-se à Clínica Faccia em Lisboa, ou ligar para o número de telefone 213 714 116. Para mais informações sobre botox visite o nosso site www.faccia.pt.


Formulário de Contacto


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

be a pal and share this would ya?
Toxina botulínica e os mitos por trás da mesma