Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

Cirurgia Plástica de Verão – Principais cuidados a ter

Cirurgia Plástica de Verão – Principais cuidados a ter

A realização de cirurgias plásticas no Verão não está contra-indicada desde que sejam tomados os devidos cuidados pósoperatórios, para que os resultados sejam os esperados e não sejam comprometidos devido à exposição ao sol e ao calor.

01

Muitas dúvidas surgem sobre a influência do calor excessivo, criação de edemas e até mesmo sobre o repouso necessário durante o Verão, contudo as cirurgias plásticas são permitidas neste período.

As intervenções mais procuradas nesta época do ano são a mamoplastia de aumento, a lipoaspiração e as cirurgias ao abdómen.

No Inverno a procura por cirurgias plásticas aumenta, mas muitas pessoas optam pelo verão, principalmente se as férias são na estação mais quente do ano.

Independentemente da falta de certezas que envolvem o clima, com o aumento médio das temperaturas, é normal que haja um pouco mais de edemas, que resultam numa recuperação mais longa, contudo não prejudicam em nada o resultado desejado. O cuidado no pós-operatório deverá ser redobrado.

O paciente que se submeter a uma cirurgia plástica durante o Verão não deverá expôr-se directamente ao sol durante os primeiros 30 dias em circunstância alguma, isto porque as cicatrizes podem escurecer e as equimoses (nódoas negras própria cirurgia), podem adquirir um aspecto de tatuagem com a acção do sol.

O ideal é proteger-se por, pelo menos, 90 dias, seja com protetor solar ou roupas. O uso de bonés ou chapéus também está aconselhado nos casos em que as cirurgias efectuadas forem ao rosto.

Nas cirurgias maiores, principalmente as que envolvam lipoaspiração, a desidratação é um factor importante a ser prevenido. Neste caso é importante a ingestão hídrica diária superior a 3 litros nos primeiros dias, evitando assim a hipotensão, que pode ser potencialda pelo calor excessivo do Verão.

Apesar do calor, nas cirurgias corporais é muito importante o uso correcto de roupas compressivas para evitar o inchaço excessivo e a formação de fibroses. Estas devem ser usadas continuamente no primeiro mês de pós-operatório, retirando-se apenas para o banho e massagens.


A drenagem linfática constitui um recurso essencial e básico no pós-operatório de todas a cirurgia plástica, permitindo a redução dos edemas e hematomas, além de melhorar o desconforto sentido pelo paciente.


De acordo com cada cirurgia realizada e as necessidades do paciente, poderão ser recomendados cuidados mais específicos de forma individualizada pelo cirurgião.

A realização deste tipo de cirurgia estética deve ser efectuada por um especialista cirurgião plástico e estético reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do respectivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na actualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos estéticos, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas.

Não fique com dúvidas e antes de se decidir em fazer qualquer cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Mas onde posso fazer uma Cirurgia Plástica no Verão? Basta deslocar-se à Clínica Faccia em Lisboa, ou ligar para o número de telefone 213 714 116.

Para mais informações consulte o site www.faccia.pt.


Formulário de Contacto


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

be a pal and share this would ya?
Cirurgia Plástica de Verão – Principais cuidados a ter