Blog Faccia – Cirurgia Plástica e Clínica de Estética

Ritidectomia ou facelift

Ritidectomia ou facelift

A cirurgia designada de ritidectomia consiste na remoção e reposicionamento dos tecidos da face, com o intuito de retardar os efeitos do envelhecimento, procurando-se com este procedimento uma harmonia estética da face.

Para a sua realização podem ser tratados a testa, as pálpebras (blefaroplastia), as bochechas, os lábios, o queixo e o pescoço, tendo cada região uma abordagem específica, que pode envolver ressecção de pele, reposicionamento das estruturas, preenchimentos e peelings.

As cicatrizes localizam-se em áreas cobertas pelo cabelo ou pelas dobras naturais da pele, ficando, normalmente, pouco perceptíveis.03

Na ritidectomia trabalhamos as configurações da musculatura e da pele facial, moldando-as, dentro de um determinado limite, imposto pela anatomia individual e história de vida de cada paciente. Após reconfiguradas as estruturas profundas, ajusta-se a pele sobre as estruturas profundas.

O planeamento cirúrgico, muitas vezes envolve o uso de fotografias que são estudadas com ênfase nas queixas individuais e nas características pessoais.

Em nenhum momento estes recursos podem ser considerados como preditores de um possível resultado final. São apenas recursos para se facilitar o planeamento cirúrgico.

De acordo com cada caso poderá ser necessário realizar procedimentos complementares na procura de um resultado melhor. Resultado este que depende das características individuais, não podendo ser em hipótese alguma ser garantido de qualquer maneira.

As cicatrizes evoluem de acordo com a fisiologia individual, ficando, geralmente, pouco perceptíveis. Caso ocorram alterações, existem tratamentos que se podem efectuar, na tentativa de melhorar o aspecto das cicatrizes.

Irão ocorrer nódoas negras (equimoses), perda da sensibilidade parcial ou total temporária e edema (inchaço) importante da face.

Podem ocorrer alterações visuais nos primeiros dias após a cirurgia, principalmente pelo edema que ocorre no local.

Sintomas como olhos irritados ou sensação de areia nos olhos são esperados no pós operatório, principalmente se já ocorriam antes da cirurgia.

O síndrome do olho seco é patologia normal após a quinta década de vida e os seus sintomas podem ser exacerbados ou desencadeados com a cirurgia da face.

Toda e qualquer cirurgia plástica pode necessitar outras intervenções para corrigir pequenas imperfeições.

Nunca é demais salientar que a realização deste tipo de cirurgias estéticas deve ser efectuada por um especialista cirurgião plástico e estético reconhecido, com alguns anos de prática, membro da Sociedade de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e da Ordem dos Médicos do respectivo país, pois, tal como é de conhecimento geral, na actualidade, infelizmente, existem médicos gerais, médicos estéticos, médicos especialistas de outros áreas como ginecologistas, cirurgiões gerais, otorrinolaringologistas e outros que se aventuram no mundo das cirurgias plásticas e estéticas.

Não fique com dúvidas e antes de se decidir em fazer qualquer cirurgia estética poderá consultar o site da Ordem dos Médicos e da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética e verificar se o médico que escolheu tem as competências adequadas.

Mas onde posso fazer uma ritidectomia? Basta deslocar-se à Clínica Faccia em Lisboa, ou ligar para o número de telefone 213 714 116. Para mais informações sobre ritidectomia visite o nosso site em www.faccia.pt.


Formulário de Contacto


Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.

be a pal and share this would ya?
Ritidectomia ou facelift