Esta recente técnica de realização de mamoplastia de aumento, com utilização de implantes anatómicos ou redondos, veio revolucionar as possibilidades já existentes de aumento mamário.

O sucesso desta técnica deve-se ao óptimo resultado estético uma vez que permite a conjugação dos benefícios das técnicas subglandular e submuscular, sem as desvantagens de cada uma destas técnicas.

 

Está especialmente indicado em mulheres:

 

  • Com peito pequeno;
  • Que deram de amamentar e ocorreu uma redução do volume mamário.

 

As vantagens desta técnica são:

 

  • Evitar a deformação do implante (que pode ocorrer na posição submuscular);
  • Minimizar a proeminência do rebordo do implante (que pode ocorrer na posição subglandular).

 

A Mamoplastia de Aumento Subfascial tem praticamente as vantagens da colocação dos implantes atrás do músculo, mas sem ser necessário a sua dissecção (separação das inserções musculares das costelas).

 

Cada vez mais  temos optado por utilizar a técnica subfascial, por qualquer umas das vias de abordagem mais frequentes (axilar, periareolar ou submamária), caso as condições clinicas o permitam.
 

Esta técnica é menos traumática para o paciente que a técnica submuscular, resultando um pós-operatório menos doloroso e com menos limitações.

Ao usar este website, está a aceitar a utilização de cookies para análise, conteúdo personalizado e apresentação de anúncios.